Manejo de morcegos

Os morcegos são animais protegidos pela legislação federal e os métodos de combate às infestações são embasados na utilização de medidas integradas de manejo, ou seja, instalação de barreiras físicas para o fechamento de espaços utilizados para acesso e abrigos, aplicação de produtos repelentes atóxicos e demais métodos que garantam a sobrevivência dos morcegos.

A presença de morcegos abrigados em forros, telhados e outros compartimentos das edificações está relacionada com a transmissão de diversas enfermidades, uma vez que o acúmulo de fezes favorece a proliferação de fungos, bactérias e vírus. Além disso, alguns morcegos podem apresentar o vírus da raiva no seu organismo e transmiti-lo às suas presas ou acidentalmente ao homem.

A higienização dos locais habitados pelos morcegos é uma importante etapa prévia à instalação das barreiras físicas, com equipamentos e produtos específicos as fezes e os detritos provenientes esses animais são removidos, tornando assim o local seguro para as etapas seguintes.